Sem aguardar Anvisa, votação de relatório do “kit Covid” tem empate

Sem aguardar Anvisa, votação de relatório do “kit Covid” tem empate

Representante da agência estava na reunião da Conitec, mas se ausentou brevemente e não foi esperado para a votação

R7

Relatório agora vai para consulta pública por 30 dias e volta a ser votado em seguida

publicidade

A votação na Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (Conitec) no SUS do relatório contra o uso do conjunto de medicamentos ineficazes contra a Covid-19, apelidado de 'kit Covid', terminou em empate, nesta quinta-feira. A votação ficou em seis votos a favor e seis contrários ao relatório, com a ausência de um representante da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Conforme apurado pelo R7, dos seis votos a favor do kit, cinco foram de representantes do Ministério da Saúde e um do Conselho Federal de Medicina (CFM). Dos votos contrários ao kit, e a favor do relatório, dois eram representantes do ministério, um da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), um do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), um do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems) e um do Conselho Nacional de Saúde (CNS).

A Anvisa informou que o representante da agência, o gerente-geral de Medicamentos, Gustavo Mendes, participou de forma remota da reunião até as 12h40. Ele estava em São Paulo, em trânsito, após cumprir agenda de trabalho na cidade, segundo a agência. "Gustavo Mendes informou à plenária da Conitec que se ausentaria da reunião, pois estaria no voo de retorno à Brasília. Até a hora em que o membro da Anvisa saiu da reunião, não havia sido definido o horário da votação do relatório", afirmou a agência, em nota.

Ao chegar em Brasília, às 14h20, Mendes "entrou na plataforma da reunião e percebeu que esta havia sido finalizada e que o relatório com diretrizes do tratamento ambulatorial da Covid-19 já havia sido votado". O voto de Mendes seria o desempate. Como técnico da Anvisa, reguladora que já se manifestou contrariamente ao uso de medicamentos como a cloroquina no tratamento de Covid-19, o parecer seria contra a difusão do kit Covid e, portanto, a favor do parecer.

O relatório agora vai para consulta pública por 30 dias e volta a ser votado em seguida. "É importante esclarecer que, independente da votação, o relatório vai para consulta pública para participação da sociedade e posterior votação para deliberação final", ressaltou a Anvisa, em nota.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895