Site da ONS foi invadido por hacker dois dias depois do apagão

Site da ONS foi invadido por hacker dois dias depois do apagão

Órgão diz que não houve qualquer ameaça à operação, pois sistema é blindado e controlado por comando de voz

publicidade

Após dois dias do apagão que atingiu 18 estados brasileiros, um hacker comunicou que teria como invadir o sistema corporativo do Operador Nacionadl do Sistema Elétrico (ONS). A ação ocorreu na quinta-feira.

O órgão afirmou nesta segunda-feira que não houve qualquer ameaça à operação do sistema, pois este é gerido por meio de uma rede blindada, que não está na web, e é controlada apenas por comando de voz e não por senhas, além de ser fiscalizada a cada 30 minutos. O ONS informou que o ataque foi detectado pela segurança interna e o problema resolvido já no dia seguinte.

A avaliação interna é que o hacker tinha o objetivo de mostrar que pode acessar a rede do ONS. Ainda na noite do apagão, foi levantada a possibilidade de que a queda de energia teria sido provocada pela ação de hackers. A hipóteser foi prontamente desmentida pelas autoridades do setor elétrico. Os boatos ganharam força após a declarações de especialistas em segurança digital, admitindo a possibilidade de ataques.

O site atacado na última quinta-feira contém apenas informações administrativas do ONS, como contratos, e dados e estatísticas sobre a operação.


As informações são do R7

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895