Trabalho voluntário é realizado por apenas 4,3% dos brasileiros, diz IBGE
capa

Trabalho voluntário é realizado por apenas 4,3% dos brasileiros, diz IBGE

Em 2018, 7,2 milhões de pessoas realizaram atividades do tipo no País

Por
Correio do Povo

Centro Valorização da Vida-CVV é um exemplo bem sucedido de ONG que realiza trabalho voluntário

publicidade

Apenas 7,2 milhões de pessoas realizaram atividades de trabalho voluntário, o que corresponde a 4,3% da população do País, aponta a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, divulgada nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os indicadores se referem às pessoas de 14 anos ou mais de idade e representam uma queda de 1,6% em relação ao ano anterior. O perfil dos voluntários é prioritariamente de mulheres, que também dedicam mais horas aos afazeres domésticos e cuidado de pessoas, mesmo em situações ocupacionais iguais às dos homens: 5% delas participaram de ações beneficentes, enquanto entre eles a taxa foi de 3,4%.

A análise por nível de instrução mostra que a realização de trabalhos voluntários aumenta conforme a escolaridade: a taxa de realização era de 2,9% para as pessoas sem instrução ou com ensino fundamental incompleto e de 8% para aquelas com ensino superior completo. Esta tendência foi observada para todas as regiões. A taxa de realização, em geral, também cresce com a idade, no Norte e no Nordeste, onde a maior taxa ocorreu entre as pessoas de 25 a 49 anos de idade (5,5% e 3,5%, respectivamente). Aquelas com 50 anos ou mais no Sul apresentaram a taxa de realização mais elevada (6%), enquanto os jovens de 14 a 24 anos do Nordeste tiveram a mais baixa (2,3%).

A proporção de pessoas que fazem trabalho voluntário de forma individual é pequena, mas vem crescendo ano a ano. Em 2016, 8,4% daqueles que realizaram trabalho voluntário o fizeram individualmente, subindo para 9% em 2017 e chegando a 9,8% em 2018. Quanto ao local de prática, grande parte o fez em congregação religiosa, sindicato, condomínio, partido político, escola, hospital ou asilo (79,9%). Outros 13% o fizeram em associação de moradores, associação esportiva, ONG, grupo de apoio ou outra organização. Lembrando que a pessoa pode ter realizado trabalho voluntário em mais de um local.

Segundo a pesquisa, apesar de pouco, o trabalho voluntário foi realizado de forma consistente no Brasil. A duração média das atividades era de 6,5 horas por semana e a maior parte dos voluntários, 48,4%, se dedicavam quatro ou mais vezes por semana. Os estados do Sul apresentaram a menor média nacional: 6 horas. O valor é baixo em comparação com a média de países desenvolvidos. Nos Estados Unidos, no mesmo ano, 77,3 milhões de pessoas (30,3% da população) realizaram o voluntariado, conforme a Corporação para Serviços Nacionais e Comunitários, uma agência do governo federal norte-americana. Vale lembrar, contudo, que atividades desse tipo são mais valorizadas por lá e contam, por exemplo, para o processo de admissão em universidades.