Trensurb assina contrato emergencial para conserto e manutenção de escadas rolantes

Trensurb assina contrato emergencial para conserto e manutenção de escadas rolantes

Medida antecede licitação que vai garantir elevadores em todas as estações, conforme a estatal

Rádio Guaíba

As licitações preveem prazo de instalação é de até 12 meses

publicidade

A Trensurb divulgou hoje ter assinado um contrato emergencial, com a empresa Nalc Comércio e Indústria de Elevadores Ltda., para que as 50 escadas rolantes do sistema metroviário sejam consertadas e mantidas em funcionamento até a conclusão de um processo licitatório, em andamento.

O diretor-presidente da estatal, Pedro Bisch Neto, disse que pediu à prestadora uma força-tarefa para que os reparos sejam feitos “no menor tempo possível”. O sistema da Trensurb conta ainda com 29 elevadores para condução de deficientes físicos, idosos e pessoas com dificuldades de locomoção. A Estação Petrobras, única sem esses equipamentos, deve receber um elevador. Já as demais estações hoje equipadas com escadas mas sem elevadores receberão uma unidade cada. As licitações preveem prazo de instalação é de até 12 meses.

Nas estações sem elevadores, a empresa conta com as chamadas garaventas, equipamentos utilizados especialmente para a acessibilidade. Atualmente, os dispositivos são mantidos nas estações Rodoviária e Sapucaia e, quando necessário, deslocados a uma outra estação.

A empresa lembra que as escadas rolantes são dispositivos para melhorar o fluxo interno das estações e não equipamentos de acessibilidade. Por segurança, pessoas com dificuldade de locomoção devem utilizar elevadores, rampas e/ou as garaventas, sempre com a orientação de um funcionário do metrô.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895