Trensurb instala lavatórios para higenização de mãos em oito estações de trem

Trensurb instala lavatórios para higenização de mãos em oito estações de trem

Estruturas colocadas nas plataformas de Porto Alegre e Região Metropolitana funcionam por sensor de presença

Cláudio Isaías

Tanto as torneiras como as saboneteiras instaladas funcionam por sensor de presença

publicidade

As oito estações da Trensurb, com maior movimento de passageiros, receberam lavatórios para prevenção da Covid-19. A estrutura foi colocada na estação Mercado, Rodoviária, Canoas, Mathias Velho, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Novo Hamburgo. O público que aguarda o trem pode utilizar o equipamento que fica localizado na área de embarque.

Um cartaz com a mensagem "Lave as mãos e viaje com mais segurança" avisa os usuários que tem como destino as cidades da Região Metropolitana de Porto Alegre. O diretor-presidente da Trensurb, Pedro Bisch Neto, explicou que as 14 estações da empresa terão os lavatórios instalados em 2021. O trem metropolitano conta com 22 estações que atendem as cidades de Porto Alegre, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Novo Hamburgo.  “O nosso objetivo é o conforto e a segurança dos passageiros”, ressaltou.

Veja Também

Bisch Neto explicou que a iniciativa tem a proposta de oferecer aos passageiros que estão na plataforma, aguardando o trem, a possibilidade de lavar as mãos de forma segura. Tanto as torneiras como as saboneteiras instaladas funcionam por sensor de presença (dispensando o toque para a ativação) e estão disponíveis junto às áreas de embarque das estações.

O investimento total no projeto foi de R$ 69 mil. De acordo com o diretor de Operações da Trensurb, Luis Eduardo Fidell, a expectativa é que a novidade conte com o engajamento dos usuários. “Com os lavatórios, podemos possibilitar às pessoas o método mais simples e eficiente de prevenção, que é lavar as mãos. Juntamente com a máscara, esse método tem se mostrado eficaz na prevenção à Covid-19”, ressaltou. 

Antes da pandemia da Covid-19, a Trensurb transportava aproximadamente 170 mil passageiros por dia. Na quarta-feira, a empresa registrou um recorde diário de usuários transportados a contar do início das restrições impostas pela pandemia da Covid-19. Foram 87.966 passageiros - 438 a mais do que na terça-feira, que, até então, havia sido o dia mais movimentado desde março nas estações. Na primeira quinzena de março, por exemplo, foram 157,6 mil embarques diários nas 22 estações da empresa.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895