Vacinação em idosos na Capital supera 50% da meta em dois dias
capa

Vacinação em idosos na Capital supera 50% da meta em dois dias

Mais de 100 mil idosos se vacinaram contra a gripe entre quarta e quinta-feira

Por
Jessica Hübler

102.194 vacinas foram administradas no grupo de risco

publicidade

Uma procura histórica foi registrada nos dois primeiros dias de vacinação contra a gripe voltada para os idosos em Porto Alegre. O movimento recorde na busca pelas vacinas resultou em mais de 102 mil doses aplicadas nos dois dias, conforme levantamento da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). 

Segundo registros do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), até às 17h de quinta-feira, foram aplicadas 58.694 doses em pessoas com mais de 60 anos em unidades de saúde, atendimento domiciliar em pacientes acamados e nos drive thrus. Nas farmácias parceiras da SMS, foram 43.500 doses, totalizando 102.194 vacinas administradas no grupo de risco somente na quarta e na quinta.

Conforme planilha divulgada pela SMS, pelo menos 117 postos de saúde, dos 132 que estão vacinando, já estavam com o estoque zerado ontem. Nesta sexta-feira, a previsão da SMS é de que os estoques se esgotem na Capital. Idosos que ainda não se vacinaram devem aguardar a chegada de novas doses, para evitar deslocamentos desnecessários. 

Os dados da SMS apontam que apenas oito unidades possuíam vacinas para o público em geral na tarde de ontem, sendo três localizadas nas Ilhas: Clínica da Família José Mauro Ceratti Lopes, US Farrapos, US Graciliano Ramos, US Ilha da Pintada, US Ilha do Pavão, US Ilha dos Marinheiros, US Mapa e US Mário Quintana.

As outras sete unidades que ainda possuíam vacinas são voltadas exclusivamente para o atendimento de trabalhadores da saúde, acamados e instituições de longa permanência. A SMS informou que novas doses da vacina contra a gripe devem ser encaminhadas pela Secretaria Estadual da Saúde na segunda-feira, dia 30.
Entre as 57 farmácias parceiras, ontem à tarde, 22 estavam com o estoque zerado e 35 ainda possuíam doses da vacina.

A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 90% dos 213 mil idosos que compõem o grupo, de acordo com o Censo 2010 do IBGE, ou seja, a meta para a Capital é vacinar 191.700 idosos. Em toda a campanha de 2019, o número de idosos vacinados alcançou 204.926.

158 mil doses na primeira remessa

Como as doses são enviadas em etapas pelo Ministério da Saúde para os Estados e municípios, a grande procura acabou provocando o desabastecimento na maioria dos locais. O prefeito Nelson Marchezan Júnior orienta que, antes de sair de casa, as pessoas pesquisem os pontos ainda com vacina em estoque. “Evite aglomerações e saída desnecessária de casa. A campanha de vacinação prossegue até 22 de maio e não protege contra o coronavírus, mas auxilia no diagnóstico e diminui internações em decorrência de influenza. O isolamento é a melhor vacina neste momento”, disse. 

Na primeira remessa, Porto Alegre recebeu 158 mil doses, das quais 102 mil foram destinadas à imunização de idosos e trabalhadores da saúde em unidades de saúde, reserva para pacientes acamados e drive thrus, e 56 mil para as farmácias parceiras. Desde o início da campanha, 18.500 profissionais da área da saúde foram vacinados e, somente no primeiro dia de vacinação, número de idosos imunizados somou 69.252 pessoas, de acordo com dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações. 

Para que ninguém precise sair de casa sem necessidade, a Prefeitura disponibilizou uma planilha online onde constam os locais que ainda possuem vacinas, basta acessar o link, que está disponível no site da Prefeitura. O secretário de Saúde, Pablo Stürmer explica que a vacina que está sendo aplicada neste momento é a trivalente.