Vigilantes privados paralisam por adicional de periculosidade
capa

Vigilantes privados paralisam por adicional de periculosidade

Movimento nacional foi feitoa para cobrar regulamentação da lei que determina pagamento aos trabalhadores

Por
Dico Reis / Rádio Guaíba

publicidade

Os vigilantes privados do Rio Grande do Sul promoveram uma mobilização no Centro de Porto Alegre na manhã desta sexta-feira para exigir a imediata regulamentação e aplicação da Lei 12740, sancionada em dezembro do ano passado pela presidente Dilma, que autoriza o pagamento de 30% de adicional de periculosidade aos trabalhadores.

O Sindicato dos Vigilantes do Sul convocou a paralisação para chamar a atenção da população e dos patrões para a situação. Uma agência bancária do Centro da Capital fixou um cartaz com os dizeres "estamos funcionando SEM numerário", e o atendimento ao público está sendo feito somente na sala de autoatendimento.

Na caminhada que partiu da Esquina Democrática e seguiu até as agências centrais do Banrisul e Caixa Econômica Federal, na Praça da Alfândega, participaram trabalhadores de Porto Alegre, Região Metropolitana, Caxias do Sul, Passo Fundo, Ijuí e Rio Grande.

Bookmark and Share