Ativistas derrubam estátua de padre polonês acusado de pedofilia
capa

Ativistas derrubam estátua de padre polonês acusado de pedofilia

Ação coincide com início de cúpula histórica de combate ao crime que ocorre no Vaticano

Por
AFP

Grupo de três homens derrubaram estátua usando corda, segundo testemunhas

publicidade

Três ativistas derrubaram na cidade polonesa de Gdansk a estátua de um ex-capelão do sindicato Solidariedade acusado, segundo várias testemunhas, de atos de pedofilia. O incidente, que ocorreu na noite de quarta-feira, coincide com o início nesta quinta no Vaticano de uma cúpula histórica sobre a luta contra a pedofilia.

Três homens colocaram uma corda em torno da estátua do padre Henryk Jankowski, falecido em 2010, e a derrubaram sobre pneus para amortecer o choque, segundo um vídeo que circula nas redes sociais. Os ativistas divulgaram um manifesto no qual explicam que o objetivo de seu ato é "destruir o falso e odioso mito de Henryk Jankowski e não sua estátua".