Candidato anti-islamita lidera primeiro turno na Tunísia

Candidato anti-islamita lidera primeiro turno na Tunísia

Segundo turno será em dezembro

AFP

Candidato de esquerda Hamma Hammami ficou em terceiro lugar, com 7,82% dos votos

publicidade

O candidato anti-islamista Beji Caid Essebsi venceu o primeiro turno da eleição presidencial tunisiana com 39,46% dos votos, diante do presidente Moncef Marzuki (33,43%), com quem disputará o segundo turno em dezembro, anunciou a Instância Superior Independente para as Eleições (ISIE).

A data do segundo turno entre Essebsi, líder do partido anti-islamita Nida Tunis, e Marzuki será fixada após a apreciação dos eventuais recursos sobre as eleições, informou o presidente da ISIE, Chafik Sarsar. O candidato de esquerda Hamma Hammami ficou em terceiro lugar, com 7,82% dos votos.

O quarto colocado foi o empresário islamita residente em Londres Hechmi Hamdi (5,75%) e o quinto o milionário Slim Riahi (5,55%). Esta foi a primeira vez que os tunisianos votaram livremente para presidente desde a independência da Tunísia em 1956.

Até a revolução de 2011, o país teve apenas dois presidentes: Habib Burguiba, o "pai da independência", e Zine El Abidine Ben Ali, seu sucessor. Ben Ali fugiu da Tunísia em 14 de janeiro de 2011. Marzuki foi eleito presidente no fim de 2011 pela Assembleia Nacional Constituinte, após um acordo com a coalizão islamita Ennahda, força majoritária no momento.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895