China prevê testes em humanos de vacina contra coronavírus em abril
capa

China prevê testes em humanos de vacina contra coronavírus em abril

Cerca de 75.000 pessoas foram contaminadas no país

Por
AFP

Pesquisadores chineses usam vários procedimentos para conseguir uma vacina, declarou o vice-diretor da Comissão Nacional de Saúde, Zeng Yixin


publicidade

A China poderá lançar no final de abril os primeiros testes em humanos de vacinas contra o novo coronavírus - anunciaram as autoridades nesta sexta-feira (21). Pesquisadores do mundo todo trabalham para desenvolver tratamentos destinados a lutar contra a doença Covid-19, que emergiu em dezembro no gigante asiático. "Várias equipes de pesquisa recorrem a diferentes técnicas para conceber uma possível vacina", afirmou o vice-ministro de Ciência e Tecnologia, Xu Nanping. "A primeira deve ser submetida a testes clínicos até o final de abril", disse ele em uma entrevista coletiva em Pequim.

Os pesquisadores chineses usam vários procedimentos para conseguir uma vacina, declarou o vice-diretor da Comissão Nacional de Saúde, Zeng Yixin. Entre estes métodos, estão o uso de um coronavírus inativo, o uso de engenharia genética para produzir proteínas que sirvam de antígenos, ou a modificação de vacinas antigripais, detalhou Zeng.

Na terça-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que seria necessário pelo menos um ano até obter um produto que se possa ser usado em larga escala. "A vacina é algo para longo prazo, pois pode demorar até 12, ou 18 meses. Isso é no pior dos casos", declarou seu diretor, Tedros Adhanom Ghebreyesus.


Cerca de 75.000 pessoas foram contaminadas na China continental. Deste total, mais de 2.200 morreram. Fora da China continental, houve 11 óbitos e 1.100 contágios em pelo menos 25 países.