Conselho de Segurança da ONU discutirá os ataques turcos na Síria
capa

Conselho de Segurança da ONU discutirá os ataques turcos na Síria

Ofensiva lançada hoje deixou ao menos dois civis mortos

Por
AFP

Síria sofreu ataques aéreos nesta quarta-feira

publicidade

Uma reunião de emergência e a portas fechadas do Conselho de Segurança da ONU foi solicitada por membros europeus da organização, informaram fontes diplomáticas nesta quarta-feira. O encontro foi requisitado por Bélgica, França, Alemanha, Polônia e Reino Unido.

O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, por sua vez, pediu à Turquia, membro da Aliança, moderação em sua operação na Síria e que não comprometa a luta contra os jihadistas. "Conto com a Turquia para agir com moderação e garantir que o progresso que fizemos na luta contra o Estado Islâmico não seja comprometido", tuitou Stoltenberg, anunciando que discutirá isso na sexta-feira com o presidente turco em Istambul.

A Turquia lançou nesta quarta-feira a "Operação Fonte da Paz", a ofensiva militar no nordeste da Síria contra a milícia curda apoiada pelos ocidentais na luta antijihadista. O anúncio do início da ofensiva contra as Unidades de Proteção do Povo (YPG) foi feito pelo presidente turco Recep Tayyip Erdogan, mais do que nunca determinado a afastar da fronteira turca esta milícia que considera terrorista por causa de seus vínculos com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).