Coronavírus não está sob controle na maior parte do mundo, diz diretor da OMS

Coronavírus não está sob controle na maior parte do mundo, diz diretor da OMS

Organização criou comitê para estudar respostas ao novo coronavírus

AFP e AE

OMS alerta sobre riscos da desunião na luta contra novo coronavírus

publicidade

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, afirmou na manhã desta quinta-feira (9) que o novo coronavírus não está sob controle na maior parte do mundo. "Está piorando. A pandemia ainda está acelerando", alertou, em coletiva de imprensa. "O número total de casos dobrou nas últimas seis semanas", completou.

Segundo dados da OMS divulgados hoje, já são 11,8 milhões de casos em todo o mundo, com mais de 544 mil vidas perdidas. Mesmo assim, Tedros reforçou que alguns países conseguiram conter a escalada da doença tomando medidas de saúde pública "abrangentes", baseadas em testagem em massa e isolamento.

"Não há resposta fácil, Mas alguns países controlaram o vírus. Devemos aprender com suas experiências e seguir seu legado", afirmou a jornalistas em Genebra, Suíça. A OMS ainda reiterou que fará uma avaliação independente de seu trabalho frente à pandemia.

Comitê

A OMS anunciou a criação de um grupo independente de especialistas, cujo mandato será elaborado em consulta com os Estados membros.

"Estou orgulhoso de anunciar que a ex-primeira-ministra (da Nova Zelândia) Helen Clark e a ex-presidente (da Libéria) Ellen Johnson Sirleaf aceitaram presidir conjuntamente o comitê de avaliação (...) sobre a preparação e a resposta às pandemias", anunciou Adhanom Ghebreyesus a diplomatas dos Estados membros.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895