EUA lançam novas sanções contra Irã por transporte de material letal ao Iêmen

EUA lançam novas sanções contra Irã por transporte de material letal ao Iêmen

Washington alvejou três agentes gerais de vendas da Mahan Air sobre o papel que a empresa desempenhou na proliferação de ADMs

Estadão Conteúdo e Correio do Povo

Novas sanções ocorrem apenas alguns dias após uma troca de prisioneiros no fim de semana

publicidade

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos informou em comunicado nesta quarta-feira que impôs mais sanções contra o Irã, sua maior companhia aérea e sua indústria naval, acusando-as de transportar ajuda letal e de armas de proliferação de destruição em massa para o Iêmen. A administração do presidente Donald Trump afirma que uma rede de transporte marítimo iraniano está envolvida no envio de material, em nome da Guarda Revolucionária e da Força Quds, ambas representantes das forças de segurança iranianas. Washington alvejou três agentes gerais de vendas da Mahan Air sobre o papel que a empresa desempenhou na proliferação de ADMs, afirmou o secretário de Estado, Mike Pompeo.

"As designações de hoje alertam o mundo de que aqueles que realizam transações ilícitas com essas empresas correm o risco de exposição e sanções", disse Pompeo. As novas sanções ocorrem apenas alguns dias após uma troca de prisioneiros no fim de semana entre os inimigos históricos, um raro ato de cooperação desde que as tensões aumentaram depois que Trump retirou-se do acordo nuclear do Irã em 2015.

Pompeo considerou a libertação de Xiyue Wang, estudante de Princeton, em troca de um iraniano preso nos EUA, uma "nota mais feliz" que poderia render progresso. “Espero que o intercâmbio que tenha ocorrido leve a uma discussão mais ampla sobre assuntos consulares. Estamos trabalhando para usar isso como uma oportunidade para continuar esse esforço ”, afirmou. “Espero que isso preveja bem. Tivemos alguma indicação de que esse pode ser o caso, mas não quero exagerar, não quero dar um otimismo falso sobre esse caminho".

O secretário de Tesouro americano, Steven Mnuchin, afirma na nota que o regime iraniano tem usado seus sistemas de transporte aéreo e marítimo para "contribuir diretamente para as crises humanitárias devastadoras". Além das forças de segurança iranianas, os alvos da sanção americana incluem uma rede formada pelo empresário iraniano Abdolhossein Khedri, envolvido nas operações de transporte, e agentes de vendas da companhia aérea privada iraniana Mahan Air. Com a punição, todas as propriedades e interesses das pessoas designadas nos EUA serão bloqueados pelo Tesouro.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895