EUA retirou cerca de 7 mil pessoas do Afeganistão desde 14 de agosto

EUA retirou cerca de 7 mil pessoas do Afeganistão desde 14 de agosto

Nas últimas 24 horas, foram transportadas mais de 2 mil pessoas

AFP

publicidade

Os Estados Unidos retiraram cerca de 7.000 pessoas, por via aérea, do Afeganistão, anunciou um funcionário de alta patente do Pentágono. "Desde o início das operações de evacuação, em 14 de agosto, transportamos pelo ar aproximadamente 7.000 pessoas no total", afirmou o general Hank Taylor, em entrevista coletiva.

Quase 12 mil pessoas foram retiradas do Afeganistão desde o final de julho, quando Washington começou a acelerar as saídas antes da retirada militar definitiva de suas tropas, marcada para 31 de agosto, acrescentou. Isso inclui cidadãos americanos, funcionários da embaixada dos Estados Unidos e afegãos que trabalharam para o governo dos EUA, especialmente como intérpretes para o Exército.

O general disse também que os 5.200 soldados americanos enviados para Cabul garantiram várias portas de ingresso no aeroporto, o que ajudou a melhorar o acesso. Grandes multidões ainda tentam deixar o país, após o retorno dos talibãs ao poder. Taylor disse que, nas últimas 24 horas, 13 aviões de transporte de carga C-17 dos EUA chegaram a Cabul, e 12 partiram, levando mais de 2.000 pessoas.

O presidente Joe Biden prometeu retirar todos os cidadãos americanos do Afeganistão e o maior número possível de afegãos, em meio aos temores de represália, por parte dos talibãs, aos que ajudaram as forças estrangeiras durante nestes 20 anos de guerra.

O governo Biden relatou que os talibãs cooperaram para uma passagem segura dos cidadãos americanos, mas impediram que alguns afegãos chegassem ao aeroporto internacional Hamid Karzai.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895