França tornará passe sanitário obrigatório em transportes a partir de agosto

França tornará passe sanitário obrigatório em transportes a partir de agosto

Ministro dos transportes revelou que haverá controles "ostensivos", mas "não sistemáticos"

AFP

A obrigação de mostrar o passe sanitário na França será aplicada, principalmente, aos voos domésticos e aos trens de longa distância intermunicipais e noturnos

publicidade

A França vai impor o passe sanitário aos transportes de longa distância entre 7 e 10 de agosto - anunciou o ministro dos Transportes, Jean-Baptiste Djebbari, nesta quarta-feira. A obrigação de mostrar o passe sanitário será aplicada, principalmente, aos voos domésticos e aos trens de longa distância intermunicipais e noturnos, detalhou o ministro, acrescentando que haverá controles "ostensivos", mas "não sistemáticos".

O passe é dado a qualquer pessoa que esteja vacinada, ou que apresente um teste negativo para Covid-19. Também nesta quarta, o ministro da Educação, Jean-Michel Blanquer, anunciou que apenas os alunos de Ensino Médio não vacinados terão de continuar nas aulas remotas, caso seja detectado um caso de Covid-19 em sua turma. A medida será aplicada no início do novo ano letivo, em setembro.

"Nos centros de Ensino Médio, apenas os alunos não vacinados serão retirados e terão de continuar o ensino a distância", enquanto os demais poderão continuar em classe, declarou à rede Franceinfo.

Já as turmas de Ensino Básico serão fechadas por completo, se for detectado um caso positivo. Os contágios na França voltaram a subir, embora o aumento no número de casos ainda seja moderado, graças à campanha de vacinação.

Na terça-feira, as autoridades sanitárias anunciaram que um francês a cada dois está totalmente vacinado contra a Covid-19.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895