Idosa que trabalhou com nazistas é liberada para aguardar audiência

Idosa que trabalhou com nazistas é liberada para aguardar audiência

Irmgard Furchner foi detida na semana passada e deve responder por cumplicidade no assassinato de mais de 10 mil pessoas

AFP

Idosa que trabalhou com nazistas é liberada para aguardar audiência

publicidade

Uma mulher de 96 anos, ex-secretária de um campo de concentração nazista, detida na quinta-feira passada depois de fugir antes de seu julgamento na Alemanha, foi colocada em liberdade nesta terça-feira (5) para aguardar uma audiência em 19 de outubro.

"O tribunal suspendeu a ordem de detenção e deixou em liberdade a acusada sob a condição de medidas de precaução", afirmou a porta-voz do tribunal de Itzehoe (norte), Frederike Milhoffer, sem revelar a natureza das medidas.

Irmgard Furchner, que no momento dos crimes atribuídos a ela tinha entre 18 e 19 anos, será a primeira mulher envolvida com o nazismo a ser julgada em várias décadas no país e deve responder por cumplicidade no assassinato de mais de 10 mil pessoas.

A Alemanha, que por muito tempo relutou em procurar seus criminosos de guerra, nunca havia julgado ex-nazistas tão idosos.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895