Igreja bizantina do século VI é descoberta em Israel

Igreja bizantina do século VI é descoberta em Israel

Edificação de 1500 anos, decorada com espetaculares pisos de mosaico e inscrições gregas, foi descoberta durante uma escavação perto de uma área residencial

AFP

Arqueologista mostra piso de mosaico de igreja com inscrição em grego antigo na cidade israelense de Bet Shemesh

publicidade

Os restos de uma igreja bizantina do século VI dedicada a um "glorioso mártir" anônimo, com elaborados mosaicos, uma cripta e uma grande coleção de lâmpadas foram apresentados nesta quarta-feira no centro de Israel. O local, com uma superfície de 1.500 m2, foi descoberto durante escavações realizadas antes da construção de um novo bairro na cidade de Bet Shemesh, a oeste de Jerusalém.

Os mosaicos coloridos da igreja representam temas da natureza, como folhas, pássaros e frutos, e também formas geométricas, com impressionantes "capitéis" no topo dos pilares, de acordo com a autoridade de Antiguidades de Israel, que realizou as escavações.

A construção da igreja foi realizada em grande parte sob o reinado do imperador Justiniano, entre 527 e 565, com a adição de uma capela alguns anos depois sob o imperador Tibério II Constantino, que contribuiu para o desenvolvimento do local, declarou a autoridade das Antiguidades em uma declaração.

Foram descobertas uma câmara funerária subterrânea e duas escadas separadas que levam a ela, o que a torna uma das poucas igrejas com criptas completamente intactas dentro dos limites de Israel, disse Benjamin Storchan, que dirigiu as escavações iniciadas há três anos. A igreja foi dedicada a um "glorioso mártir", cuja identidade é desconhecida.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895