Israel cancela suspensão de restrições em Gaza após disparo de foguetes
capa

Israel cancela suspensão de restrições em Gaza após disparo de foguetes

Exército israelense alegou que foram disparados foguetes contra seu território

Por
AFP

Israel alega que foguetes contra seu território foram disparados desde a faixa de Gaza

publicidade

Israel anunciou o cancelamento do levantamento das medidas restritivas na Faixa de Gaza, após o lançamento de foguetes do enclave palestino no território israelense no sábado. "A extensão da zona de pesca, o retorno de 500 permissões de entrada comercial e a entrega de cimento estão cancelados" devido ao disparo de foguetes, disse Cogat, a unidade do Ministério da Defesa de Israel que supervisiona as atividades civis nos territórios palestinos.

O Exército israelense alegou horas antes que "dois projéteis foram disparados para o território israelense da Faixa de Gaza". Ele não informou se houve feridos. Israel justifica o bloqueio de Gaza devido à necessidade de conter o movimento islâmico do Hamas, que controla o enclave e é responsável por todos os foguetes que deixam seu território.

Para os observadores críticos da política de Israel, isso equivale a punição coletiva contra os habitantes de Gaza. Os ataques palestinos aumentaram desde que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apresentou seu plano para resolver o conflito no Oriente Médio em 28 de janeiro, que foi comemorado por Israel, mas criticado pelos palestinos.