Macron fala da "dor de toda uma nação" pelo incêndio em Notre-Dame
capa

Macron fala da "dor de toda uma nação" pelo incêndio em Notre-Dame

Presidente francês cancelou importante discurso marcado para a noite desta segunda-feira em resposta aos "coletes amarelos" para ir ao local

Por
AFP

Presidente Emmanuel Macron citou que o incêndio trouxe 'dor para toda uma nação"

publicidade

O presidente francês Emmanuel Macron, que se dirige nesta segunda-feira à catedral de Notre-Dame de Paris, consumida por um enorme incêndio, afirmou compartilhar da "dor de toda uma nação". "Como todos os nossos compatriotas, estou triste esta noite por ver esta parte de nós se queimar", afirmou o presidente.

"Notre-Dame de Paris, presa das chamas, dor de toda uma nação. Pensamento para todos os católicos e todos os franceses. Como todos os nossos compatriotas, estou triste hoje, quando vemos esta parte de nós queimando", escreveu o chefe de Estado no Twitter.

Macron, que cancelou um importante discurso marcado para a noite desta segunda-feira em resposta aos "coletes amarelos", se dirige até a Notre-Dame de Paris, segundo anunciou a presidência francesa.

O chefe de Estado havia acabado de gravar seu discurso televisionado, adiado para o momento sem nova data anunciada. O primeiro-ministro Edouard Philippe também visitará o lugar, informou seu gabinete.

Vídeos