Nigéria ordena confinamento total em capital Abuja e Lagos por coronavírus
capa

Nigéria ordena confinamento total em capital Abuja e Lagos por coronavírus

Foram registrados 100 casos de Covid-19 no país

Por
AFP

Nigéria é o país mais populoso da África, com cerca de 200 milhões de habitantes

publicidade

O presidente nigeriano Muhammadu Buhari, na tarde deste domingo, ordenou o confinamento total das populações da capital federal Abuja e da megalópole de Lagos, com 20 milhões de habitantes, para conter a pandemia do Covid-19. Foram registrados 100 casos no país.

"Eu ordeno o encerramento de todos os movimentos em Lagos e Abuja por um período inicial de 14 dias, que entrará em vigor na segunda-feira, 30 de março, a partir das 23h", disse o chefe de Estado em um discurso televisionado.

"Todos os habitantes desses estados devem ficar em casa. As viagens para outros estados devem ser canceladas. Todo comércio nessas duas cidades devem fechar", disse Buhari. "Lojas de alimentos, postos de combustível, empresas de distribuição de energia elétrica e empresas de segurança estão isentas", ressaltou, alertando que o acesso ainda será "muito restrito e protegido".

A Nigéria, o país mais populoso da África, com cerca de 200 milhões de habitantes, registrou 97 casos até domingo, embora esse número possa crescer rapidamente a partir de novos testes previstos para esta semana.