Novas testemunhas depõem no caso Assange
capa

Novas testemunhas depõem no caso Assange

Hacker é acusado de ter cometido estupro na Suécia

Por
AFP

Duas testemunhas nunca foram interrogadas sobre o caso

publicidade

Duas novas pessoas testemunharam perante a justiça sueca no caso de Julian Assange, investigado por suposto estupro cometido na Suécia em 2010, informou a Promotoria nesta segunda-feira. "Durante o verão, sete testemunhas foram interrogadas na investigação de Julian Assange", afirmou a Promotoria em comunicado.

Entre elas, "duas pessoas que nunca haviam sido interrogadas antes", acrescentou. Uma vez analisados esses testemunhos, "a investigação poderá ser encerrada ou informações adicionais poderão ser solicitadas", de acordo com a mesma fonte.

A justiça sueca anunciou em maio a reabertura da investigação contra Assange, de 48 anos, depois que ele foi preso pela polícia britânica na embaixada do Equador em Londres em 11 de abril.