Pequim anuncia sanções contra Pompeo e funcionários da administração Trump

Pequim anuncia sanções contra Pompeo e funcionários da administração Trump

Decisão ocorre no mesmo dia em que o democrata Joe Biden tomou posse em Washington

AFP

Pequim anuncia sanções contra Mike Pompeo

publicidade

A China anunciou nesta quarta-feira (20) sanções contra quase 30 altos funcionários do governo do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, incluindo o secretário de Estado Mike Pompeo, por violar sua "soberania". A informação é do ministério das Relações Exteriores. A decisão ocorre no mesmo dia em que o democrata Joe Biden tomou posse em Washington.

Além de Pompeo, outros sancionados são o assessor comercial de Trump, Peter Navarro, o conselheiro de Segurança Nacional Robert O'Brien, o subsecretário para o Leste Asiático e Assuntos do Pacífico, David Stilwell, o secretário de Saúde Alex Azar e a enviada na ONU Kelly Craft. Pequim também sancionou o ex-conselheiro de Segurança Nacional de Trump, John Bolton, e outro ex-conselheiro, Stephen Bannon.

Veja Também

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895