Príncipes William e Harry denunciam informação falsa na imprensa

Príncipes William e Harry denunciam informação falsa na imprensa

Para integrantes da realeza, jornal teria usado linguagem incendiária ao abordar crise

Por
AFP

Família real britânica participará de reunião para discutir futuro de Harry e Meghan


publicidade

Os príncipes William e Harry, netos da rainha Elizabeth II, denunciaram de forma conjunta nesta segunda-feira uma "informação falsa" publicada em um jornal britânico, coincidindo com uma reunião sobre a crise causada pelo desejo do segundo de renunciar às suas obrigações reais. "Para dois irmãos que se preocupam tanto com questões de saúde mental, o uso da linguagem incendiária dessa maneira é ofensivo e potencialmente prejudicial", denunciaram os filhos de Charles e da falecida princesa Diana em um comunicado conjunto.

A reunião de segunda-feira será uma oportunidade para a família real discutir propostas elaboradas após uma série de consultas entre funcionários do palácio e representantes dos governos do Reino Unido e do Canadá sobre como Meghan e Harry podem atingir seu objetivo de desempenhar novos papeis "progressistas" como membros da realeza. O príncipe Charles – primogênito da rainha e pai de Harry e William – e Meghan, que está no Canadá, participarão do encontro. Ela o fará por teleconferência.


Segundo o Sunday Times, serão abordados vários temas como a quantia financeira que o príncipe Charles atribui ao matrimônio de sua reserva pessoal, os títulos reais e o alcance das transações comerciais que Harry e Meghan poderão empreender. Ansiosa para evitar exacerbar uma situação já tensa, a família real deseja seguir com cuidado. Uma fonte disse: "Não há nenhuma sugestão de que eles serão punidos ou destituídos de seus títulos reais Todo mundo quer encontrar uma solução para isso o mais rápido possível", relatou à reportagem.