Rússia inicia entrega de mísseis S-400 à Turquia
capa

Rússia inicia entrega de mísseis S-400 à Turquia

Em resposta a iniciativa, EUA emitiu advertência sobre compra de aparato

Por
AFP

EUA considera mísseis incompatíveis com dispositivos da Otan

publicidade

A Rússia começou a entregar nesta sexta-feira à Turquia mísseis S-400, apesar da oposição do governo dos Estados Unidos à compra por parte de Ancara deste sistema de defesa antiaérea, anunciou o ministério turco da Defesa. "A entrega da primeira carga de equipamentos de defesa antiaérea S-400 começou em 12 de julho na base aérea Murted de Ancara", afirma um comunicado ministerial.

A base de Murted, que antes era chamada Akinci, é considerada o quartel-general dos oficiais que tentaram um golpe de Estado contra o presidente turco Recep Tayyip Erdogan em julho de 2016. O terceiro aniversário do golpe de Estado frustrado acontecerá na segunda-feira.

A Turquia rejeitou na quarta-feira uma última advertência americana sobre a compra dos mísseis russos. "Pedimos à parte americana que não adote medidas prejudiciais para as relações entre os dois países", afirma um comunicado do ministério turco das Relações Exteriores, em resposta a uma declaração da porta-voz do Departamento de Estado americano. "A Turquia ficará exposta a consequências reais e nefastas se aceitar os S-400", declarou a porta-voz, Morgan Ortagus.

O governo dos Estados Unidos é contrário à compra dos S-400 por parte da Turquia porque considera que estes mísseis não são compatíveis com os dispositivos da Otan, aliança de defesa que tem a presença da Turquia. Washington também menciona o risco de que os militares russos que treinarão os turcos para o uso dos mísseis possam ter acesso aos segredos tecnológicos do novo caça americano F-35, que a Turquia deseja comprar.