Seis funcionários do comício de Trump em Tulsa testam positivo para Covid-19

Seis funcionários do comício de Trump em Tulsa testam positivo para Covid-19

Diretor de comunicações da campanha afirmou que nenhum funcionário infectado estará no evento

Por
AFP

Multidão se prepara para entrar no local do evento


publicidade

Seis membros da equipe de campanha à releição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que trabalham nos preparativos para o comício deste sábado em Tulsa testaram positivo para o novo coronavírus. "Por protocolos de segurança, a equipe da campanha é testada para o Covid-19 antes dos eventos", informou através de um comunicado Tim Murtaugh, diretor de comunicações da campanha de Trump.

 "Seis membros da equipe avançada testaram positivo em centenas de testes realizados, e os procedimentos de quarentena foram imediatamente implementados", indicou. Ele também acrescentou que nenhum funcionário positivo "ou qualquer pessoa em contato imediato" com eles estará no comício ou próximo de participante.


O comício está sendo convocado, apesar da pandemia. Oklahoma relatou recentemente seu maior aumento em um único dia em casos de coronavírus desde o início da pandemia, e a arena onde o comício ocorrerá solicitou um plano por escrito da campanha "detalhando as etapas que o evento instituirá para saúde e segurança, incluindo as relacionadas ao distanciamento social".