capa

Soldados israelenses matam palestino na região de Jerusalém

Testemunhas afirmaram que jovens jogaram pedras contra soldados

Por
AFP

Exército israelense alega soldados foram alvos de pedra e artefatos explosivos

publicidade

Um palestino morreu e três foram feridos nesta terça-feira por tiros de soldados israelenses perto de Jerusalém, informaram testemunhas e o ministério palestino da Saúde. Mohamed Aduan, 23 anos, morreu em um confronto em Qalandiya, na Cisjordânia ocupada, durante uma operação militar israelense.

O exército israelense citou atos violentos durante uma operação em Kufr Aqab, localidade que Israel considera sob sua soberania. Kufr Aqab e Qalandiya são duas áreas próximas. A primeira fica do outro lado da barreira separação israelense situada entre Jerusalém e a Cisjordânia ocupada, mas é considerada parte da cidade.

Testemunhas afirmaram que jovens jogaram pedras contra os soldados quando eles pretendiam efetuar uma série de detenções. O exército israelense alega que os soldados abriram fogo depois que foram alvos de pedras e artefatos explosivos. Os militares afirmaram que um palestino foi atingido, mas não divulgaram detalhes.