Tiroteio em sinagoga é "ataque antissemita horrível", afirma premier israelense

Tiroteio em sinagoga é "ataque antissemita horrível", afirma premier israelense

Atirador abriu fogo contra fiéis durante celebração judaica em Pittsburg

AFP

Imprensa americana fala em quatro a oito mortos

publicidade

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, expressou neste sábado solidariedade aos Estados Unidos e às vítimas de um "horrível ataque antissemita" em uma sinagoga em Pittsburgh, Pensilvânia, onde um atirador matou várias pessoas antes de se render.

"Nós nos solidarizamos com a comunidade judaica em Pittsburgh e nos solidarizamos com o povo americano diante dessa terrível violência antissemita", disse Netanyahu em um vídeo postado em sua conta no Twitter.


Um atirador abriu fogo neste  sábado na sinagago Árvore da Vida enquanto os fiéis se reuniram para o serviço do sabat, matando várias pessoas antes de ser rendido pela polícia. Os meios de comunicação falam de quatro a oito mortos, e os motivos e a identidade do atirador ainda não são conhecidos.

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895