Tribunal condena 22 ex-militares turcos à prisão perpétua por tentativa de golpe

Tribunal condena 22 ex-militares turcos à prisão perpétua por tentativa de golpe

Eles integram um grupo de 497 suspeitos que foram julgados por acusações relacionadas ao golpe frustrado em 2016

AFP

Muitos serviram durante sua carreira na guarda presidencial

publicidade

Um tribunal de Ancara condenou nesta quarta-feira à prisão perpétua 22 ex-militares por seu papel na tentativa de golpe de Estado de 2016 contra o presidente de Turquia, Recep Tayyip Erdogan, informou à AFP um advogado da presidência. Os ex-militares condenados integram um grupo de 497 suspeitos que foram julgados por acusações relacionadas ao golpe frustrado.

Muitos serviram durante sua carreira na guarda presidencial. A agência estatal Anadolu informou um pouco antes sobre quatro condenações à prisão perpétua.

Veja Também


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895