Trump alerta sobre "pessoas más" das Bahamas entrando nos EUA após Dorian
capa

Trump alerta sobre "pessoas más" das Bahamas entrando nos EUA após Dorian

Presidente pregou cuidado e defendeu que "todo mundo precisa de documentação totalmente adequada"

Por
Correio do Povo

Comentários do presidente ocorrem após a chegada neste final de semana, à Flórida, de um ferry com quase 1,5 mil vítimas da passagem

publicidade

O presidente norte-americano, Donald Trump, disse nesta segunda-feira que os Estados Unidos devem "prestar atenção" às pessoas procedentes das Bahamas que são recebidas no território após a passagem do furacão Dorian, advertindo sobre a possível chegada de traficante. "Temos que ter muito cuidado. Todo mundo precisa de documentação totalmente adequada”, disse o Republicano quando quando perguntado se as autoridades estão exigindo vistos para as pessoas afetadas. Ele acrescentou: "Não quero permitir que pessoas que não deveriam estar nas Bahamas entrem nos Estados Unidos, incluindo pessoas muito más e membros de gangues muito ruins e alguns traficantes de drogas muito, muito ruins. Então, seremos muito, muito fortes nisso", disso.

Os comentários ocorrem após a chegada neste final de semana, à Flórida, de um ferry com quase 1,5 mil vítimas da passagem do Dorian pelas Bahamas, mas centenas delas não puderam entrar nos Estados Unidos por falta de visto. "Há confusão e foi isto o que ocorreu aqui", disse Trumpo, acrescentando que as pessoas "cujas vidas estão em risco" serão admitidas desde que não representem uma ameaça para o país. Segundo o último boletim, Dorian matou ao menos 45 pessoas nas Bahamas após devastar o norte deste arquipélago caribenho, mas o número de vítimas deverá aumentar nos próximos dias.

O comissário interino de alfândega e proteção de fronteiras, Mark Morgan, afirmara que achava uma boa ideia conceder status de proteção temporário às Bahamas enquanto as ilhas se reconstróem. Ele abordou a questão depois de relatos de que algumas pessoas foram removidas do barco orque não tinham o visto necessário.“Se sua vida está em risco e você está nas Bahamas, e - e você quer ir para os Estados Unidos, poderá vir aos Estados Unidos, tenha documentos de viagem ou não”, disse.