Trump manterá "pequeno número" de soldados na Síria
capa

Trump manterá "pequeno número" de soldados na Síria

De acordo com o presidente, grupo encontra-se perto da fronteira com Jordânia e Israel para "assegurar o petróleo"

Por
AFP

EUA anunciou a retirada de mil soldados americanos estacionados no nordeste da Síria em 13 de outubro

publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta segunda-feira que um "pequeno número" de soldados americanos permanecerá na Síria. Como previsto, a maioria dos militares já deixou o nordeste deste país. Em declarações em uma reunião de gabinete, Trump afirmou que o "pequeno número" de tropas estacionado na Síria se encontra "em uma parte totalmente diferente" do país, perto da fronteira com Jordânia e Israel.

Trump acrescentou que outro grupo ainda instalado no território sírio "assegura o petróleo", em alusão aos campos petroleiros que os Estados Unidos esperam proteger das mãos de combatentes extremistas. As tropas americanas estão "saindo muito bem" da Síria, completou o presidente. Mais cedo, em entrevista em Cabul, o secretário americano da Defesa, Mark Esper, declarou que a retirada dos Estados Unidos levará "semanas, não dias". "Temos tropas em cidades do nordeste da Síria que se encontram ao lado dos campos petroleiros. As tropas nestas cidades não estão na fase atual de retirada", explicou.

Os Estados Unidos anunciaram a retirada de mil soldados americanos estacionados no nordeste da Síria em 13 de outubro, o quinto dia da ofensiva da Turquia contra a milícia curda das Unidades de Proteção Popular (YPG, na sigla em inglês). Nesta segunda-feira, o presidente norte-americano anunciou, em seu twitter, que cessar-fogo no norte da Síria "está tendo resultados satisfatórios."