Vacina: EUA devem aprovar dose de reforço em intervalo de seis meses após a anterior

Vacina: EUA devem aprovar dose de reforço em intervalo de seis meses após a anterior

Aprovação é esperada para o meados de setembro

AE

Vacina: EUA devem aprovar dose de reforço em intervalo de seis meses após a anterior

publicidade

Reguladores dos Estados Unidos devem aprovar uma dose de reforço da vacina contra a Covid-19 para pelo menos seis meses após a dose anterior, em vez do intervalo de oito meses anunciado anteriormente, disse uma fonte familiarizada com os planos. 

Os dados de fabricantes de vacinas e outros países em revisão pela Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA, a Anvisa americana) se baseiam em reforços sendo dados em seis meses, segundo a fonte. 

Veja Também

A aprovação dos reforços para todas os três imunizantes administrados nos EUA - as fabricadas pela Pfizer, em parceira com BioNTech, Moderna e Johnson & Johnson (J&J) - é esperada para meados de setembro. A Casa Branca diz haver oferta suficiente para as doses reforços. Os EUA compraram um total de 1 bilhão de doses da Pfizer e Moderna. 

Na quarta-feira, 25, a Pfizer e a BioNTech informaram que pediram aos reguladores de saúde dos EUA que autorizassem a terceira dose e enviaram dados adicionais de eficácia. A FDA concedeu aprovação integral para o profilático das farmacêuticas na última segunda-feira. 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895