Corpo de estudante gaúcho morto na China será sepultado em Canoas
capa

Corpo de estudante gaúcho morto na China será sepultado em Canoas

Leonardo Cláudio da Rosa, 23 anos, fazia um intercâmbio por meio de bolsa de estudo no país asiático

Por
Correio do Povo

Morte de Leonardo ainda permanece cercada de dúvidas.

publicidade

O corpo do estudante gaúcho Leonardo Cláudio da Rosa, 23 anos, falecido na China, será sepultado em urna fechada na tarde deste domingo no Cemitério Parque São Vicente, em Canoas. No Departamento Médico Legal do Instituto-Geral de Perícias, a liberação ocorreu durante a madrugada, sendo realizado o velório nesta manhã.

Aluno na Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), o jovem estava em um intercâmbio por meio de bolsa de estudo no país asiático. A morte dele ainda permanece cercada de dúvidas. O desaparecimento do universitário foi informado às autoridades chinesas no dia 13 de julho passado, mas as mesmas não souberam informar em qual dia o corpo foi encontrado e apuram ainda a causa da morte. A morte foi informada no dia 15 pela Ufrgs e pelo Itamaraty. 

Leonardo Cláudio da Rosa foi para a China no segundo semestre de 2018 após ser um dos selecionados para um intercâmbio na Communication University of China. Além dele, outros quatro estudantes da Ufrgs também viajaram para o país asiático para participar do programa. A volta dele estava prevista para o final do semestre.

Em entrevista ao site da universidade em 2018, ele disse que tinha interesse em estudar a área da psicolinguística. Na ocasião, falou em ajudar a implantar graduação em mandarim na instituição. O jovem era natural de Caxias do Sul.