Criminoso que ateou fogo em ônibus teria queimado os pés, diz motorista

Criminoso que ateou fogo em ônibus teria queimado os pés, diz motorista

Veículo foi incendiado no início da noite desta quarta-feira no terminal Parobé

Jessica Hübler

Ônibus foi incendiado por um criminoso no início da noite desta quarta-feira no terminal Parobé no Centro

publicidade

O autor do incêndio na linha 731 - Parque dos Maias / Sertório, que ocorreu no início da noite desta quarta-feira, teria queimado os próprios pés após atear fogo no ônibus. Conforme os relatos do motorista Aureo Reis para a Brigada Militar, o criminoso teria ingressado no coletivo com um galão de gasolina e pediu para que motorista, cobrador e os passageiros se retirassem do local. Após molhar todo o local com o líquido inflamável, ele ateou fogo no ônibus e acabou queimando queimando os próprios pés.

Segundo comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar (9ºBPM), tenente-coronel Eduardo Amorim, o criminoso saiu correndo pela avenida Júlio de Castilhos, em direção à Rodoviária. O oficial não soube informar o motivo do ato. “A 17ª Delegacia de Polícia (17ªDP) irá analisar as imagens para tentar identificar o criminoso”, afirmou Amorim.

A empresa Nortran, que opera a linha 731, deve encaminhar as imagens das câmeras de segurança à 17ªDP ainda hoje.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895