Em quatro anos, Caxias teve mais de 300 contêineres depredados

Em quatro anos, Caxias teve mais de 300 contêineres depredados

No período, apenas um suspeito chegou a ser preso pela polícia

Otto Herok Netto / Rádio Guaíba

publicidade

EnquantoPorto Alegre investiga a queima de contêineres no Centro do município, Caxias do Sul teve 309 estruturas deste tipo depredadas nos últimos quatro anos, período em que foi implantado a coleta mecanizada na cidade da Serra. Neste tempo, apenas um suspeito foi detido.

Em Caxias, a última ação dos vândalos ocorreu na manhã desta segunda-feira. Para o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca), Adiló Didomenico, as ações são premeditadas e praticadas por pessoas especializadas. “São grupos organizados que desafiam o setor de inteligência policial”, declarou.

Segundo ele, os crimes têm diminuído mas, mesmo com o apoio da comunidade, Bombeiros, Guarda Municipal, Brigada Militar e Polícia Civil, ainda não foram solucionados. O diretor disse que a implantação de um sistema de ronda, realizada pelos próprios profissionais da Codeca, foi uma das alternativas de maior sucesso no combate ao vandalismo.

Em contrapartida, Didomenico garantiu que a aceitação da coleta mecanizada por parte da população é expressiva, por evitar o entupimento de bueiros e deixar a cidade mais limpa e bonita.

Bookmark and Share

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895