capa

Guarda municipal é baleada em assalto em Porto Alegre

Crime ocorreu no bairro Santo Antonio, no final da noite desse sábado

Por
Correio do Povo

Crime ocorreu no bairro Santo Antonio, na zona Leste de Porto Alegre

publicidade

Um assalto terminou com a vítima baleada gravemente na noite de sábado em Porto Alegre. Integrante da Guarda Municipal de Cachoeirinha, Gisele de Moura Peixoto Braz Machado, 36 anos, foi atingida no rosto por um disparo e foi encaminhada ao Hospital de Pronto Socorro. A bala, possivelmente de revólver calibre 38, ficou alojada perto do olho direito. 

A vítima estava com o marido em um Volkswagen Fox, de cor prata, na rua São Francisco de Assis, no bairro Santo Antônio. O casal foi então atacado por três criminosos armados que roubaram o veículo após efetuaram os disparos sem que ela esboçasse qualquer reação. A vítima estava com um bolo no colo e antes de sair do carro foi atingida pelo disparo. Os criminosos levaram o carro, que foi abandonado em seguida, depois de percorrer apenas 100 metros. 

Acionados, os policiais militares do 1º BPM atenderam a ocorrência e realizaram buscas na região. A tentativa de latrocínio está sendo investigada pela Polícia Civil. As primeiras informações sobre os assaltantes é de que todos estavam muito alterados. Em Cachoeirinha, os colegas da Guarda Municipal acompanham o estado de saúde de Gisele, lotada desde 2007. Todos estão apreensivos com a situação dela. 

A mãe de Gisele relatou o desespero ao ficar sabendo que a filha havia sido baleada. "Recebi uma ligação, dizendo que ela tinha levado um tiro e que estava no Hospital de Pronto Socorro. O esposo dela me disse que o tiro penetrou o seio da face. A médica me falou que a bala vai permanecer ali e que o melhor é não fazer a retirada porque pode prejudicar um nervo. Estragou a minha Páscoa", afirmou. 

Lomba do Pinheiro 

Já em outro roubo ocorrido também na noite de sábado em Porto Alegre, o ladrão morreu baleado pela vítima que conseguiu desarmá-lo. O caso foi registrado na rua Goiás, no bairro Lomba do Pinheiro. O bandido invadiu uma residência com um revólver calibre 38, mas o morador agiu em legítima defesa e entrou em luta corporal, conseguindo levar vantagem. O efetivo do 19ºBPM compareceu depois no local.