Mais um homem é preso suspeito de estuprar crianças em Porto Alegre
capa

Mais um homem é preso suspeito de estuprar crianças em Porto Alegre

Homem de 22 anos foi preso no mesmo lugar em que um advogado e professor universitário foi capturado pela Polícia Civil

Por
Franceli Stefani

publicidade

O acusado de participar de estupros ocorridos com crianças desacordadas em Porto Alegre foi preso pela Polícia Civil na noite da sexta-feira. O homem de 22 anos, que não teve a identidade revelada pela Delegacia de Polícia para a Criança e Adolescente Vítimas de Delitos, para não expor as vítimas, foi capturado no bairro Praia de Belas. No mesmo endereço que o advogado e professor universitário de 27 anos, foi preso no último dia 4. De acordo com a delegada que coordenou a ação, Sabrina Doris Teixeira, os dois investigados mantinham um relacionamento afetivo. Ambos seguem detidos no sistema prisional gaúcho.

Durante a primeira ofensiva, os agentes apreenderam pen-drives, notebook, celulares, HD e máquina fotográfica. Todo o material foi encaminhado para análise no Instituto Geral de Perícias (IGP). “Os peritos conseguiram identificar, até agora, duas vítimas, mas não descartamos que haja outras. O capturado na sexta-feira, ao que tudo indica, levava as crianças até o apartamento onde eram praticados os abusos. Nas imagens que apreendemos é possível ver que as vítimas estão desacordadas”.

Detalhes não foram divulgados para não identificar as vítimas como prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Conforme Sabrina, o primeiro dos criminosos capturados, além de armazenar o conteúdo, também produzia pornografia infantil. A pena, para esse tipo de crime, pode variar de quatro a oito anos de prisão. Já o estupro de vulnerável parte de oito e vai até 15 anos de prisão.