Morre jovem baleada por PM em universidade no Rio de Janeiro

Morre jovem baleada por PM em universidade no Rio de Janeiro

Estudante de 31 anos foi feita refém no estacionamento do campus nesta sexta-feira

R7

Estudante de 31 anos foi feita refém no estacionamento do campus nesta sexta-feira

publicidade

Morreu na tarde desta sexta-feira a aluna de pós-graduação baleada por um policial militar no estacionamento do campus de uma universidade particular em Valença, no Sul do Ri ode Janeiro. Segundo a PM, Mayara Pereira de Oliveira Fernandes, de 31 anos, foi feita refém pelo suspeito armado no início da tarde. O homem atirou contra a cabeça da vítima durante a negociação com os policiais.

A corporação também confirmou que o suspeito é policial militar e vai responder pelo crime nas esferas civil e militar. O caso é investigado pela 91ª DP (Valença) e pela 5º Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM). Mayara chegou a ser levada pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o Hospital Escola de Valença em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo a apuração da Record TV Rio, o homem é ex-namorado da vítima e não aceitava o fim do relacionamento. A equipe de segurança do campus informou que identificou uma discussão entre o casal no estacionamento e orientou que os alunos não saíssem das salas de aula. O local foi isolado pela polícia, e o Bope (Batalhão de Operações Especiais) foi acionado.

Em nota, a Fundação Educacional Dom André Arcoverde lamentou a morte da aluna e decretou luto oficial de três dias. Todas as atividades presenciais e remotas estão suspensas.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895