Mulher é baleada em loja no centro de São Leopoldo
capa

Mulher é baleada em loja no centro de São Leopoldo

Atirador seria ex-marido da vítima, que fugiu do local e ainda não foi identificado

Por
Stephany Sander

Vítima foi socorrida por taxistas e está internada no Hospital Centenário

publicidade

Uma mulher foi baleada no centro de São Leopoldo no final da manhã desta quarta-feira. Segundo informações da Brigada Militar, a ação ocorreu dentro da loja onde a vítima trabalha, na rua Independência. O atirador seria ex-marido da vítima, que fugiu do local e ainda não foi identificado. Ela foi socorrida por taxistas e está internada no Hospital Centenário. O caso chamou a atenção de quem transitava pelo Centro da cidade justamente porque estão ocorrendo ações de conscientização do combate a violência doméstica e a casos de feminicídio, pelos 13 anos da Lei Maria da Penha na área central.

A Secretaria de Políticas para Mulheres (Sepom) está promovendo uma ação de panfletagem sobre o assunto a fim de orientar a população sobre a importância da lei, em frente a Escola Estadual de Ensino Fundamental Visconde, na Independência, e a mesma ação é realizada pela Procuradoria Especial da Mulher, no Paradão de Ônibus Triângulo, também na área central. A Delegacia de Pronto Atendimento de São Leopoldo conta com a Sala das Margaridas, ambiente para atendimento especial às pessoas em situação de vulnerabilidade.

Além disso, este ano será inaugurada a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) de São Leopoldo. “Promovemos projetos nas escolas, que leva o debate sobre igualdade de gênero para dentro do ambiente escolar. O projeto trabalha o empoderamento feminino e visa propagar uma cultura de não violência entre os jovens”, afirma a titular da Sepom, Vanessa Saraiva.  Neste sentido, a secretaria ainda realiza atividades nos bairros do município, como rodas de conversa para refletir sobre a posição da mulher na sociedade.