Polícia Civil identifica suspeitos da morte de motorista de aplicativo em Porto Alegre

Polícia Civil identifica suspeitos da morte de motorista de aplicativo em Porto Alegre

Quatro pessoas participaram do latrocínio, sendo que um já foi preso pelos agentes da 19ª DP

Correio do Povo

Imagens de uma câmera de monitoramento mostram um dos bandidos apontando a arma

publicidade

A Polícia Civil elucidou o caso da morte de um motorista de aplicativo ocorrida durante assalto no início da madrugada do dia 19 de março passado no bairro Cascata, em Porto Alegre. Quatro criminosos foram identificados no latrocínio. Um deles, de 18 anos, foi capturado na tarde da última terça-feira pela equipe do titular da 19º DP, delegado Daniel Ordahi. Houve o cumprimento de um mandado de prisão preventiva.

Os outros três envolvidos permanecem foragidos e estão sendo procurados. Um Chevrolet Onix Hatch, de cor vermelha, usado pela quadrilha, foi apreendido. Imagens de três câmeras de monitoramento registraram o crime e auxiliaram os policiais civis nas investigações.

Os agentes da 19ª DP apuraram que a vítima foi atingida e morta com seis tiros de pistola calibre 380 na rua dos Sinos, perto da avenida Oscar Pereira, no bairro Cascata. Para cometer o assalto, um dos suspeitos foi buscar um cúmplice e o criminoso agora preso e que na ocasião ainda tinha 17 anos. Eles circulavam com O Onix, conduzido pelo quarto indivíduo, para localizar vítimas em potencial.

Conforme o delegado Daniel Ordahi, a quadrilha avistou aleatoriamente o Ford Ka, da vítima, quando ingressava na rua Rio dos Sinos. Dois dos assaltantes desembarcaram e atacaram a vítima, efetuando os disparos. Depois, a dupla fugiu no Onix no qual permaneceram o motorista e o indivíduo capturado nesta quarta-feira. O condutor do carro inclusive havia feito isso outras vezes e para tanto ganhava R$ 50,00 para levar o trio nos roubos.

Foto: Record TV RS / CP Memória


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895