Polícia Civil investiga execução de integrante de facção criminosa em Porto Alegre

Polícia Civil investiga execução de integrante de facção criminosa em Porto Alegre

Homicídio ocorreu no bairro Vila Nova

Correio do Povo

Veículo ficou crivado de tiros

publicidade

A execução de um integrante com posição relevante dentro de uma facção criminosa está sendo investigada pelos agentes da 4ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (4ª DPHPP) de Porto Alegre. A vítima, de 32 anos, foi encontrada morta pelos policiais militares do 1º BPM parcialmente dentro de um Chevrolet Cobalt no final da noite do último domingo. O crime ocorreu na rua Ventos do Sul, no bairro Vila Nova, na Zona Sul da Capital. O Instituto-Geral de Perícias também foi acionado.

“Segundo o que foi apurado, ele estaria atuando como motorista de aplicativo. Ele foi perseguido por um veículo. Próximo do carro da vítima, o caroneiro desce e efetua diversos disparos”, relatou o delegado Rodrigo Pohlmann Garcia na manhã desta segunda-feira à reportagem do Correio do Povo. O titular da 4ª DPHPP observou que a vítima foi executada com vários tiros de calibre 9 milímetros.

O indivíduo estava em liberdade desde o dia 22 de maio do ano passado, após revogação de uma prisão preventiva. No passado, ele já havia sido alvo de ações do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil e da Polícia Federal. Entre os antecedentes criminais estariam ataques a banco com uso de explosivos.

Em janeiro de 2017, por exemplo, ele foi um dos alvos da operação da Polícia Federal para combater uma quadrilha responsável por furtos contra a Caixa Econômica Federal. Em um ano, os criminosos arrombaram oito terminais e cofres de agências da Caixa, em Porto Alegre. Em novembro de 2016, o mesmo grupo foi apontado como autor do roubo de um carregamento com milhares de celulares de uma transportadora no Porto Seco. Na época, a organização criminosa comandava também o tráfico de drogas no bairro Rubem Berta.

Em maio de 2015, o indivíduo e dois cúmplices foram presos pelo efetivo do 17º BPM na avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, no bairro Parque Florido, em Gravataí. O trio havia arrombado um caixa eletrônico de uma loja de conveniências.

Gravataí 

Em Gravataí, a Polícia Civil e a Brigada Militar, além do Instituto-Geral de Perícias, foram mobilizados no assassinato de um homem ocorrido no início da madrugada desta segunda-feira no bairro Padre Reus. O homicídio aconteceu na rua Sertório. A vítima foi baleada e morto na frente de uma residência. O crime teria sido cometido por dois tripulantes de uma moto.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895