capa

Polícia prende homem que usava aplicativo de comida para entregar drogas em Porto Alegre

Traficante agia na zona Leste da Capital

Por
Franceli Stefani

Traficante agia na zona Leste da Capital

publicidade

Um homem que usava aplicativo de entrega de comida para vender drogas foi preso pela Polícia Civil nessa quarta-feira em Porto Alegre. A ação desencadeada pelo Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) foi no bairro Partenon, na zona Leste. Sem revelar detalhes do preso, o diretor, delegado Vladimir Urach, explicou que ele atendia chamados por um aplicativo, mas também usava esse artifício para fazer a entrega de entorpecentes. Com ele os policiais também encontraram balança usada para pesar a droga, quantidades de maconha, cocaína e dinheiro.

“A prisão e as apreensões ocorreram durante cumprimento de mandado de busca e apreensão. Assim como outras ofensivas realizadas, ela integra a estratégia de intensificar a presença do Estado em áreas conflagradas pelo tráfico”, frisou.

O homem atuava, principalmente, no bairro em que foi capturado e localidade do entorno. “Funcionava da seguinte maneira: ele trabalhava apenas por encomenda. O aplicativo, na verdade, era fachada. Os clientes ligavam e ele saia para entregar”, explica.

Ainda na quarta-feira, outra ação do Denarc apreendeu arma e munições no bairro Restinga, na zona Sul de Porto Alegre. Urach afirmou que uma espingarda calibre .12 e munições foram apreendidas. “Através de denúncias chegamos ao endereço, os relatos davam conta que traficantes estariam obrigando moradores a esconderem armas de organizações criminosas.”

Já no bairro Tristeza, dois quatro pessoas foram presas após praticarem furto qualificado em uma relojoaria. A captura dos criminosos, dois homens e duas mulheres, todos com antecedentes, foram capturados na Avenida Wenceslau Escobar. Com eles, foram recuperados R$ 5 mil em joias.