Quadrilha do conto do bilhete premiado é alvo de operação da Polícia Civil do RS e de SC

Quadrilha do conto do bilhete premiado é alvo de operação da Polícia Civil do RS e de SC

Ação ocorre em Passo Fundo para prender golpistas gaúchos que faziam os catarinenses de vítimas

Por
Correio do Povo

Integração das duas forças policiais estaduais foi fundamental na investigação dos casos


publicidade

A operação conjunta Cadeia Premiada da Polícia Civil do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina foi deflagrada no início da manhã desta sexta-feira com o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em aplicar o conto do bilhete. Oito golpistas já foram presos na ação que cumpre ainda 12 mandados judiciais de prisão temporária em Passo Fundo. Está sendo dado cumprimento ainda ao sequestro de valores de contas bancárias de 12 investigados pelos crimes de estelionato, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

A coordenação é da Delegacia de Repressão de Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Passo Fundo com a Delegacia de Defraudações da Diretoria Estadual de Investigações Criminais de Florianópolis e Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú. O trabalho investigativo apontou que a quadrilha gaúcha, sediada em Passo Fundo, atuava em Santa Catarina, onde aplicava os chamados golpes do bilhete premiado nas vítimas. O delegado Pedro Henrique Mendes, da Deic de SC, destacou a colaboração entre as duas forças policiais estaduais e considerou-a “imprescindível para a identificação e a prisão dos responsáveis por esse tipo de crimes de estelionato que ainda vitimam muitas pessoas, em especial idosos”.