Suspeito pelo primeiro homicídio do ano em Ijuí é preso

Suspeito pelo primeiro homicídio do ano em Ijuí é preso

Na residência do indivíduo foram encontrados 30 malotes com 25 embalagens de crack

Christian Bueller

Apreensão da Brigada Militar

publicidade

Após trabalho de inteligência, policiais militares da Força Tática do 29° BPM prenderam um casal no bairro Lambari, em Ijuí, na noite desta segunda-feira. O homem estava foragido e é o principal suspeito da morte de Cristiano da Silva Albrecht, 31 anos, primeiro homicídio ocorrido na cidade em 2022, na última sexta-feira.

A Brigada Militar de Ijuí prendeu, inicialmente, o homem de 22 anos, natural de Feliz, e a mulher de 25 anos, natural de Ijuí, por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Após diligências nas proximidades da residência, na rua Jorge Leopoldo Weber, a polícia realizou um cerco no local para prender o casal.

Com eles, foram apreendidos, R$ 456 em notas diversas, 30 malotes com 25 embalagens de crack em cada (totalizando 750 unidades), 71 gramas de crack não fracionado, 216 embalagens com crack, duas buchas de maconha, três telefones celulares, uma balança de precisão e um revólver e munição intacta calibre. 38. Eles moravam com uma criança de oito meses, motivando o acionamento do Conselho Tutelar. 

O comando da Força Tática obteve informações de que o então foragido havia cometido outros roubos e assaltos na área comercial da região. Após passar por exame de lesão corporal e ser apresentado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) da cidade, o preso, que não teve o nome divulgado, foi encaminhado a Penitenciária Modulada de Ijuí.

Albrecht foi assassinado a tiros na noite de 28 de fevereiro, na rua Manaus, bairro São Paulo. O trabalhador na construção faria 32 anos no último sábado.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895