Tiroteio mata policial e suspeito e deixa dois feridos no metrô do Rio

Tiroteio mata policial e suspeito e deixa dois feridos no metrô do Rio

Dois homens foram atingidos dentro de vagão em uma operação policial na comunidade do Jacarezinho

R7

publicidade

Um tiroteio na comunidade do Jacarezinho, zona Norte do Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira (6) deixou um policial civil e um suspeito mortos. Além dos dos óbitos, dois passageiros do metrô ficaram feridos depois de disparos na estação Triagem. A informação sobre os feridos foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros.

A ação é coordenada pelo DGPC (Departamento Geral de Polícia da Capital) da Polícia Civil. O agente de segurança ferido levou um tiro na cabeça. Levado para o hospital Salgado Filho, não resistiu e morreu. O suspeito também foi levado ao hospital, e também morreu.

Veja Também

Quanto aos feridos, de acordo com a assessoria do metrô, foram atendidos e passam bem. Um deles, identificado como Humberto Duarte, de 20 anos, foi baleado de raspão no braço. O outro, Rafael Silva, de 33 anos, foi atingido por estilhaços de vidro. Humberto foi encaminhado para o Hospital Souza Aguiar e Rafael para o Hospital Salgado Filho.

Operação Exceptis

Policiais Civis da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, com apoio de outras unidades do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE), do Departamento Geral de Polícia da Capital (DGPC) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), realizam nesta manhã a operação Exceptis, na comunidade do Jacarezinho, na zona norte.

A polícia investiga uma organização criminosa que atua na comunidade, explorando práticas como o tráfico de drogas, roubo de cargas, roubos a transeuntes, homicídios e sequestros de trens da supervia. Além disso, a quadrilha também vem aliciando crianças e adolescentes para integrar a facção.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895