Bolsonaro afirma que determinará fim da bandeira vermelha na conta de luz

Bolsonaro afirma que determinará fim da bandeira vermelha na conta de luz

Presidente relatou que vai ordenar questão ao ministro Bento Albuquerque

R7

Presidente garantiu medida para o próximo mês

publicidade

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta quinta-feira, que vai determinar que o ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque, reverta a bandeira vermelha que sinaliza más condições para a geração de energia e acarreta maiores custos para os consumidores. A medida tenta responder aos desafios de geração de energia, enquanto o país enfrenta crise hídrica pela falta de chuvas.

A declaração foi feita durante um evento em uma igreja evangélica em Brasília.  “Sabemos as dificuldades da energia elétrica. Vou pedir pra ele, pedir não, determinar que ele volte a bandeira normal a partir do mês que vem”, disse o presidente. 

A bandeira vermelha está em vigor desde junho deste ano e representava mais R$ 9,49 a mais na conta de luz por cada kWh consumido pela unidade, um aumento de 6,78%.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895