capa

Bolsonaro demonstra satisfação com manifestações

Ministros exaltaram atos a favor do governo neste domingo

Por
AE

Bolsonaro comentou sobre manifestações quando voltou ao Palácio da Alvorada

publicidade

O presidente Jair Bolsonaro demonstrou satisfação com as manifestações em defesa do governo neste domingo. Ao chegar ao Palácio da Alvorada após viagem ao Rio, Bolsonaro desceu do carro e cumprimentou apoiadores.

“Não houve nenhum incidente. Foram pedir aquilo que todos querem: paz, democracia, liberdade, responsabilidade. Vamos negociar o futuro dessas crianças”, disse o presidente. No local, algumas crianças estavam acompanhadas dos pais.

Perguntado sobre a quantidade de pessoas nas ruas, Bolsonaro declarou que as “imagens valem mais do que mil palavras”. Ele foi questionado se sua fala anterior sobre “velhas práticas” era um recado ao Congresso. “Pergunta para o povo”, comentou ele, que antes postara vídeos de momentos dos atos.

Bolsonaro rejeitou classificar os atos como “protestos”. “Não teve protesto nenhum”, disse. Quando perguntado sobre as “manifestações”, mandou um recado à imprensa dizendo que os jornalistas estavam "aprendendo" a falar com ele.

No Twitter, o ministro da Justiça, Sergio Moro, elogiou as manifestações pró-governo deste domingo. “Festa da democracia”, escreveu, dizendo que não houve pautas autoritárias nas ruas. “Povo na rua é democracia. Com povo e Congresso, avançaremos. Gratidão.”

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou, também via Twitter, que o povo brasileiro não é contra o sistema político e que apenas quer o seu lugar: “O povo não é contra o sistema político, apenas quer ocupar o lugar que lhe pertence no centro do sistema político: 'todo o poder emana do povo', como diz a CF-1988”, escreveu, citando o parágrafo único do artigo 1º da Constituição Federal.