Cherini diz que PDT está ''constrangido''

Cherini diz que PDT está ''constrangido''

Deputado afirma que ministro Carlos Lupi desqualifica a imagem do partido

Correio do Povo

Cherini diz que PDT está 'constrangido'

publicidade

Cada vez mais isolado dentro do PDT, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, se tornou alvo fácil para as críticas de companheiros de partido. Em declarações públicas, lideranças pedetistas mostram-se irritadas com a insistência de Lupi em permanecer no cargo mesmo após as denúncias de supostas cobranças de propina na pasta e da confirmação de que ele usou em agenda oficial um avião de propriedade de uma ONG que possui convênio com o ministério.

Pedetistas estão pressionando Lupi a pedir exoneração. "Se ele continuar, ele prejudica o governo federal, a presidenta Dilma e o PDT. Essa é a opinião de 95% dos pedetistas do Brasil. Teimosia é burrice", afirmou ontem o deputado federal Giovani Cherini (PDT-RS). O parlamentar reclama que Lupi, presidente licenciado do diretório nacional do PDT, desqualifica a imagem da sigla diante da opinião pública ao manter-se no cargo, sobretudo após ele admitir ter aceitado carona no avião da ONG, algo que ele havia negado antes do surgimento de vídeos que comprovaram a situação. "Eu, no lugar dele, já teria saído. Na medida em que ele insiste em permanecer, isso vai agonizando o ministério e o partido. Há constrangimento hoje entre os companheiros do PDT. É um sangramento muito duro", alegou Cherini.

O comportamento de Lupi desde o início da série de denúncias, que incluiu declarações em tons desafiadores e de bravata, também incomoda o partido. É criticado o estilo falastrão do ministro, que chegou a declarar que só sairia do ministério "abatido à bala".

"Dissemos que ele deveria falar só aquilo que fosse perguntado. Mas ele respondeu que isso não era do perfil dele. Agora ele tem toda a população contra ele", afirmou Cherini.


Bookmark and Share

Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895