Confrontos entre manifestantes e BM marcam quarto dia de votação na AL
capa

Confrontos entre manifestantes e BM marcam quarto dia de votação na AL

Sessão desta quinta-feira iniciou sem a presença de manifestantes nas galerias

Por
Correio do Povo e Rádio Guaíba

Bombas de efeito moral foram lançadas pela BM contra manifestantes

publicidade

* Com informações das repórteres Mauren Xavier e Bibiana Dihl

No quarto dia de votação na Assembleia Legislativa do pacote de medidas do governador José Ivo Sartori, manifestantes contrários as medidas e a Brigada Militar (BM) entraram em confronto na tarde desta quinta-feira. Por volta das 14h ocorreu o primeiro. Bombas de gás lacrimogêneo foram arremessadas pela BM contra os servidores que protestavam na frente do gradil próximo ao portão de acesso de veículos da casa.

Leia mais sobre a votação das medidas


O grupo protesta contra o pacote de medidas do governo do Estado que já aprovou nove dos 27 projetos nos últimos dias, entre eles, a extinção de nove fundações estaduais. A sessão desta quinta-feira iniciou com um grande expediente (sessão destinada a discursos mais longos) sobre desonerações. As galerias ficarão vazias até o final do discurso do deputado Sérgio Turra (PP).


Próximo às 15h, os servidores voltaram ao gradil e passaram a arremessar pedras contra o Batalhão de Choque, que respondeu com bombas de efeito moral e balas de borracha. As grades de proteção instaladas na frente do Teatro São Pedro não foram derrubadas durante o protesto.