Congresso está vigilante e pode conter retrocesso, diz Simone Tebet

Congresso está vigilante e pode conter retrocesso, diz Simone Tebet

Segundo senadora, declarações de Bolsonaro têm "insinuações, ameaças e ações constantes contra a ordem democrática"

R7

Líder da bancada feminina no Senado, Simone Tebet (MDB-MS)

publicidade

Líder da bancada feminina no Senado, Simone Tebet (MDB-MS), rebateu neste Dia da Independência (7) declarações do presidente Jair Bolsonaro, as quais, segundo ela, estão recheadas de "insinuações, ameaças e ações constantes contra a ordem democrática e as liberdades públicas". Para Tebet, "o Congresso Nacional CN está vigilante e tem instrumentos constitucionais para conter qualquer tentativa de retrocesso".

Pelo Twitter, Tebet compartilhou junto com a mensagem, gravação de Ulysses Guimarães, copartidário do MDB e quem ocupou o cargo de presidente da Assembleia Nacional Constituinte de 1987 a 1988.

"Traidor da Constituição é traidor da Pátria. Conhecemos o caminho maldito: rasgar a Constituição, trancar as portas do Parlamento, garrotear a liberdade, mandar os patriotas para a cadeia, o exílio e o cemitério. Quando após tantos anos de lutas e sacrifícios promulgamos o Estatuto do Homem da Liberdade e da Democracia bradamos por imposição de sua honra. Temos ódio à ditadura. Ódio e nojo", disse Ulysses no discurso proferido durante a cerimônia de promulgação da Constituição de 1988.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895