Em nota, Republicanos afirma acreditar na idoneidade de Crivella

Em nota, Republicanos afirma acreditar na idoneidade de Crivella

Partido do prefeito do Rio de Janeiro, preso nesta terça-feira, diz que "vê com grande preocupação a judicialização da política"

R7

Operação prendeu preventivamente seis investigados, entre eles o prefeito Marcelo Crivella

publicidade

O partido Republicanos divulgou nota nesta terça-feira informando que aguarda detalhes e os desdobramentos da prisão do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. "O partido acredita na idoneidade de Crivella e vê com grande preocupação a judicialização da política", diz a nota.

Crivella, que está a 9 dias do fim do mandato, negou as acusações após ter sido detido em casa na Barra da Tijuca nesta terça-feira. Ele disse que foi o prefeito que mais combateu a corrupção, cobrou justiça e afirmou ser vítima de uma perseguição política.

As prisões são um desdobramento da Operação Hades, que apura supostos pagamentos de propina dentro da Prefeitura do Rio de Janeiro, considerada pela investigação um "QG da Propina". Além de Crivella, também foram presos o empresário Rafael Alves e o delegado Fernando Moraes. Os presos foram levados para a Delegacia Fazendária, na Cidade da Polícia, no Jacaré. Somente Fernando Moraes está na Polinter por ter apresentado sintomas de Covid-19.

O ex-senador Eduardo Lopes (Republicanos) também é procurado pela polícia, mas não foi encontrado no endereço residencial. Lopes herdou a vaga no Senado de Crivella e foi secretário estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do governo de Wilson Witzel.

Transição de governo

Com a prisão de Crivella, quem assume o governo da capital fluminense é o presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Felippe. Isso porque o vice-prefeito do Rio de Janeiro, Fernando Mac Dowell, morreu aos 72 anos de idade em maio de 2018. O prefeito eleito do Rio de Janeiro para a gestão 2021-2024, Eduardo Paes (DEM), usou uma rede social hoje de manhã para afirmar que vai manter "o trabalho de transição que já vinha sendo tocado" com o presidente da Câmara, Jorge Felipe, que deverá assumir a administração municipal.

"Conversei nessa manhã com o presidente da câmara de vereadores Jorge Felipe para que mobilizasse os dirigentes municipais para continuar conduzindo suas obrigações e atendendo a população. Da mesma forma, manteremos o trabalho de transição que já vinha sendo tocado", disse.

Em seguida, pediu um esforço extra dos servidores da saúde para ajudar a tratar e combater a Covid-19. "Peço especialmente aos servidores da nossa rede de saúde:  Passamos por uma pandemia - além das dificuldades já conhecidas - e a população precisa do nosso esforço. Contamos todos com a força e dedicação de vocês!", afirmou.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895